Busca
 
 

Fale conosco! fale conosco!

Calendário



« DESTAQUES »

Carta ao PARNASO

CURSOS

As Descidas Vertiginosas do Dedo de Deus (2a Edição)

Diretoria e Corpo de Guias

Equipamento individual básico

Recomendações aos Novos Sócios

Carta Aberta aos Montanhistas do Rio de Janeiro e à Sociedade

2ª Carta Aberta aos Montanhistas do Rio de Janeiro e à Sociedade

Conquistas e Regrampeações Realizadas pelos Signatários da 2ª Carta Aberta

3ª Carta Aberta aos Montanhistas do Rio de Janeiro e à Sociedade



Terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Você está em: BoletinsBoletim n°12 - Dez. 2007
Boletim n°12 - Dez. 2007
Curso Básico de Montanhismo‹‹ anterior 
|
 próxima ››Samurai

Fechamento de um ciclo, início de outro

Alguns dias depois da festa de formatura do CBM recebemos essa bela carta do Well:

Gente, que feriadão hein! Campo Escola no sábado depois saímos do Rio em meio ao caos urbano causado pelo Air Race promovido pela nossa mídia alienante para ver intrépidos pilotos efetuarem manobras aéreas kamikazes que desproporcionalmente aos riscos corridos, nada acrescentaram a não ser fumaça no céu e barulho no ar... Já em Miraflores, em meio ao verde energizante, firmamos mais uma vez os nós de nossas amizades, celebrando com muita alegria o aniversário do Clube e os formandos do CBM. Foi maravilhoso. Do início ao fim e repleto de emoções. Música de abertura da cerimônia com as crianças cantando Milton...

Benke
Milton Nascimento e Marcio Borges

Beija-flor me chamou: olha
Lua branca chegou na hora
O Beija-Mar me deu prova:
Uma estrela bem nova
Na luminária da mata
Força que vem e renova

Beija-Flor de amor me leva
Como o vento levou a folha

Minha Mamãe soberana
Minha Floresta de jóia
Tu que dás brilho na sombra
Brilhas também lá na praia

Beija-Flor me mandou embora
Trabalhar e abrir os olhos

Estrela d’Água me molha
Tudo que ama e chora

Some na curva do rio
Tudo é dentro e fora
Minha Floresta de jóia

Tem a água
tem a água
tem aquela imensidão
tem sombra da Floresta
tem a luz do coração
Bem-querer!!!

*Essa canção do álbum Txai é o nome de um curumim do povo Kampa e é dedicada a todos os curumins de todas as raças do mundo.

Como bem disse Carla, não pude segurar as lágrimas que teimavam em inundar meus olhos de tanta emoção.

A entrega dos certificados de conclusão do CBM foi pura poesia. Em verso e prosa e música! Cada um dos formandos nos brindou com lindas palavras que provavelmente serão relatados aqui posteriormente.

Não tenho palavras para agradecer ao Santa por suas reflexões pós-cerimônia. Foi um momento único. Aquecimento global, entropia, energia solar...Che, Drummond, Watt, Edson, política, poder...enfim, um caleidoscópio de pensamentos. (agora compreendo melhor quando diz que o aquecimento global não é isso que passa na mídia).

Como agradecer também aos companheiros Guias, etegeildos, bolhas d´água e interessados que fazem parte desta família Unicerj proporcionar tantas emoções?

E para fechar, em meio à excursão noturna no Costão do Pão de Açúcar, recebo notícias de que nem cirurgia, nem quimioterapia poderão salvar meu pai. Apenas cercá-lo de carinho e amor e esperar com dignidade o fechamento de um ciclo ou talvez, melhor, início de outro.

Puxa, que feriadão!

Amo vocês!

Well


Curso Básico de Montanhismo‹‹ anterior 
|
 próxima ››Samurai

Versão para impressão: