Busca
 
 

Fale conosco! fale conosco!

Calendário



« DESTAQUES »

NOTA DE REPÚDIO

Carta ao PARNASO

CURSOS

Curso Intermediário de Montanhismo

As Descidas Vertiginosas do Dedo de Deus (2a Edição)

Carta Aberta aos Montanhistas do Rio de Janeiro e à Sociedade

Diretoria e Corpo de Guias

Equipamento individual básico

Recomendações aos Novos Sócios

2ª Carta Aberta aos Montanhistas do Rio de Janeiro e à Sociedade



Quarta-feira, 25 de maio de 2022

Você está em: BoletinsBoletim n°15 - Ago. 2011
Boletim n°15 - Ago. 2011
Companheirismo e Sobrevivência‹‹ anterior 
|
 próxima ››Curso Intermediário de Montanhismo (CIM)

ETGE/2011

A ETGE/2011 teve início oficialmente no dia 20 de outubro de 2010, com a reunião de abertura na Sede da Unicerj. Para esta ETGE, selecionamos seis alunos:

André Assunção da Silva Teixeira Ribeiro
Elisangela da Costa Lima Dellamora
Fernando Santos de Souza
João Rodrigo Magalhães Vaz
Mauricio Souza de Alencar
Simone Mendes da Costa


A primeira excursão da ETGE/2011 foi a regrampeação do Paredão União, na Serra da Bolívia, em Itaocara. Em atividade liderada pelo Tarcisio, melhoramos bastante a segurança da via e ainda conquistamos a Descida Ositha Krijevitch, que evita os lances diagonais dos primeiros esticões do Paredão União.

Em novembro tivemos uma investida em conquista e a regrampeação do Paredão Francisco José Antonio, em Mangaratiba, que agora apresenta boas condições de segurança para quem quiser realizar essa bonita escalada.

A escalada da Chaminé Stop foi realizada em dezembro com a presença de quatro alunos e em janeiro fizemos um grande circuito de caminhada na Floresta da Tijuca, com Descida Milton Santos, no Andaraí Maior.

No mês de fevereiro fomos até a base do Paredão Unidade Latino-Americana e pudemos constatar que as chuvas de janeiro na Região Serrana, que ocasionaram tanto sofrimento à população, também deixaram suas marcas entre o Morro dos Cabritos e o Morro das Antas.

Finalizando a 1ª Fase, duas Travessias Petrópolis-Teresópolis, em fins de semana seguidos, coincidindo com o CBM/2011, onde ficou evidente a falta de manutenção da trilha mais famosa e mais importante do PNSO.

Além das excursões, dez aulas teóricas foram ministradas dando ênfase à história e à filosofia da Unicerj, sem deixar de lado a técnica, fundamental para um Guia. Foi numa das últimas aulas, já em março, que o João anunciou a sua opção por não continuar na ETGE/2011, justificando a sua decisão pela dificuldade em conciliar o tempo necessário ao curso com o desejo de estar mais com a sua família.

Já estamos na 2ª Fase, que começou em grande estilo no PNSO em 9 e 10 de abril, com a escalada da Fissura Marcos Éboli, no Garrafão, e da Chaminé Ricardo Cassin, no São Pedro, em excursão de dois dias.

Em seguida, aproveitamos o grande feriado de Tiradentes emendado com a Páscoa para realizar a belíssima Travessia do Parque Nacional da Serra da Bocaina. Foram três dias em um Parque onde não há cobrança de ingressos nem taxas, e encontramos com diversos grupos de montanhistas e turistas eventuais fazendo a mesma excursão. Fiquei muito impressionado ao perceber que esse cenário é hoje uma raridade nos Parques Nacionais do nosso entorno.

Durante o mês de maio tivemos mais três atividades, duas no Morro das Antas e outra no Espírito Santo, onde fomos novamente muito bem recebidos pelos companheiros Valdecir, Maria, Edilso e Josias. Ou seja, no mesmo mês fizemos a Var. Inti-Illimani em duas oportunidades, a Des. Simon Bolívar, o Par. Unidade Latino-Americana (em duas partes), a caminhada ao cume do Morro das Antas, a Cha. Unicerj (parcial), o Par. Alzira Palomba e ainda conquistamos uma nova via, a Descida David Rozenfeld, na Pedra Mãe em Atílio Vivácqua.

Em junho e julho mais uma sequência de excursões de encher os olhos: no PNSO, fizemos a Via Teixeira do Dedo de Deus com Descida Montanhismo Amador, Dedo de Nossa Senhora com Descida Daniel Alvarenga, Mirante do Inferno, São João, São Pedro, Agulha do Diabo, Cabeça de Peixe parcial e Fis. Mariana com Des. Henry Thoreau, na Agulhinha Beija-Flor; no PNI, Cha. Idalício e Via Normal nas Prateleiras, Via Usual das Agulhas Negras e Via Normal da Asa de Hermes com Des. Getúlio Vargas. Completando a lista, Maria Comprida, Par. Mario Arnaud, no Morro dos Cabritos do Vale dos Frades e, em excursão extra de dois dias, mais duas conquistas na Pedra Mãe de Atílio Vivácqua: a Fissura Osiris Gopfert Moreira e a Descida Rosany Bochner.

Para os próximos meses, temos planejada uma programação de alto nível. Estamos confiantes de que em outubro começaremos o Estágio Supervisionado com todos os cinco alunos, com muita vontade e determinação de todos nós para, em abril de 2012, termos uma bela formatura e novos Guias para a Unicerj.

Bonolo


Companheirismo e Sobrevivência‹‹ anterior 
|
 próxima ››Curso Intermediário de Montanhismo (CIM)

Versão para impressão: