Busca
 
 

Fale conosco! fale conosco!

Calendário



« DESTAQUES »

Formatura do CBM/2023

Antecipação da Reunião Social

NOTA DE REPÚDIO

Carta ao PARNASO

CURSOS

As Descidas Vertiginosas do Dedo de Deus (2a Edição)

Carta Aberta aos Montanhistas do Rio de Janeiro e à Sociedade

Diretoria e Corpo de Guias

Equipamento individual básico

Recomendações aos Novos Sócios



Segunda-feira, 27 de maio de 2024

Você está em: BoletinsBoletim n°1 - Jul. 1998
Boletim n°1 - Jul. 1998
3ª Carta Aberta aos Montanhistas do Rio de Janeiro e à Sociedade‹‹ anterior 
|
 próxima ››Escola de Guias

Curso Básico de Montanhismo

O Curso Básico de Montanhismo da UNICERJ esta programado para durar um ano. No decorrer de 1998 faremos nove excursões e daremos uma série de aulas teóricas, conforme o planejamento prévio estabelecido.

No início de 1999 pretendemos ter as excursões de complementação, as provas teóricas e avaliações práticas, para em abril, quando a UNICERJ completar o primeiro aniversário de fundação, graduarmos a primeira turma.

Confraternização no cume do Morro da Boa VistaO curso começou no domingo, dia 26 de abril, na Prainha, quando boa parte dos 30 alunos inscritos teve a oportunidade de fazer a primeira escalada na vida. Escolhemos o Par. Joana, no Morro da Boa Vista, por ser uma via adequada para os que estão tendo o primeiro contato com o Montanhismo, além da beleza em torno do cume, que permite um envolvimento mais completo com a natureza. Conseguimos formar dez cordadas, que utilizaram um total de 19 cordas de escalada, 240 mosquetões e 80 fitas de costura. Graças à mobilização geral, conseguimos emprestados de vários amigos que não puderam participar, baudriers suficientes para todos que fizeram a excursão inaugural do Curso Básico. Foi uma verdadeira confraternização de pessoas que na maioria se conheceram de madrugada no ponto de encontro da excursão e que, onze horas após, nas despedidas, já tinham estabelecido as bases de uma sólida amizade.

Os primeiros contatos com o prusikA segunda excursão estava programada para o dia 17 de maio no Campo Escola Helmut Heske, em Itacoatiara. Havia chovido muito na véspera e continuou a chover no dia da excursão. Mesmo assim, conseguimos reunir 28 pessoas que saíram do Rio com destino a Niterói às 06:20 horas, com um tempo muito ameaçador. Nossos alunos sabiam que a excursão estava confirmada com qualquer tempo e compareceram em massa, mostrando que estão levando o curso a sério.

Quando chegamos no Campo Escola, estava tudo molhado, como era esperado. Enquanto a rocha ia secando aos poucos, aproveitamos o tempo para dar aulas de nós e encordamentos que logo em seguida foram postos em prática, com destaque para subidas de prusiks e descidas com aparelhos. Novamente foi um dia intensamente vivido, que certamente trouxe muitos ensinamentos aos alunos do Curso Básico.

Nos dias 06 e 07 de junho tivemos um fim de semana com um programa duplo: no sábado, ao longo de todo o dia, aulas teóricas sobre o equipamento de montanhismo, técnicas de escalada, cordas e nós, finalizando com uma projeção de slides intitulada "O Fascínio do Montanhismo", onde compartilhamos com nossos alunos a nossa experiência em montanhas no Brasil e no exterior.

Depois do esforço, o recompensador cume da Pedra da CruzNo dia seguinte, levantamos acampamento às 04:00 horas para a terceira atividade prática do Curso Básico, realizada no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (P.N.S.O), quando fizemos a Travessia da Neblina num dia de rara beleza. Foram quase doze horas de caminhada, escaladas e descidas em que, não obstante as dificuldades, tivemos a alegria de ver o brilho nos olhos dos nossos alunos quando viram a Agulha do Diabo pela primeira vez, ou o Dedo de Deus lá em baixo.

Vale ressaltar que em todas as excursões do Curso Básico tivemos o apoio destacado dos alunos da Escola de Guias que, além de suas atividades específicas, se aprimoram na sublime responsabilidade de orientar os que estão se iniciando no montanhismo. Quando fizemos a Travessia da Neblina, alguns alunos da Escola de Guias tiveram a oportunidade de fazer a Descida Pablo Neruda, que vai do cume da Pedra da Cruz à trilha marginal, numa sequencia de quatro rappels de rara beleza, que certamente motivaram ainda mais o grupo como um todo.

A quarta excursão foi realizada dia 27 de junho. Novamente madrugamos, como deve ser. Não havia clareado completamente e já estávamos na Praia Vermelha. Reunimos 30 pessoas e fizemos o Costão pela manhã, quando a maioria teve oportunidade de escalar o Pão de Açucar pela primeira vez. Depois de um breve lanche, com direito a muitas fotografias, rumamos para o Campo Escola do Morro da Urca. Novamente fizemos dez cordadas que iam sucessivamente subindo e descendo algumas das pequenas vias da face norte do Morro da Urca, que permitiam um progresso acentuado ao grupo, não só nas subidas como nas descidas.

O Curso Básico da UNICERJ está só começando e ainda faltam dez meses até o final. Contudo, se pudermos extrapolar o que conseguimos realizar nos dois primeiros meses, as perspectivas são muito promissoras.

Aos poucos, as pessoas estão se conhecendo cada vez mais, descobrindo suas potencialidades e sabendo conviver com suas limitações, buscando, no entanto, aprimoramento constante. Além disso, as amizades estão se fortalecendo, o que é imprescindível num grupo que pretende atuar coletivamente.

Como Diretor Técnico e em nome de toda a Diretoria, quero agradecer aos nossos amigos da UNICERJ, guias ou não, que têm nos ajudado com sua inestimável participação ou com seus equipamentos, para que possamos dar um Curso Básico de Montanhismo à altura das expectativas de nossos alunos.

A próxima excursão programada para os dias 08 e 09 de agosto é a travessia Petrópolis-Teresópolis, quando os alunos poderão colocar em prática os ensinamentos de caminhada, orientação e bivaque. Se tudo der certo, pretendemos inclusive alugar um ônibus que nos levará, na madrugada de sábado, do Rio de Janeiro até a Fazenda Bomfim em Petrópolis e nos buscará na noite de domingo no portão do P.N.S.O, para maior conforto, economia e união do nosso grupo.

Santa Cruz


3ª Carta Aberta aos Montanhistas do Rio de Janeiro e à Sociedade‹‹ anterior 
|
 próxima ››Escola de Guias

Versão para impressão: